Como Investir na Bolsa de Valores ?

Como Investir na Bolsa de Valores ?

 

 

 

COMO INVESTIR NA BOLSA DE VALORES

Para quem procura rendimentos mais generosos do que a poupança, por exemplo, a bolsa de valores pode ser uma saída.

Porém, o investidor deve estar ciente que pode ou não fazer um bom negócio por causa dos riscos que esse tipo de investimento trás.

O melhor mesmo, nesse caso, é ter sempre um plano B para o caso de alguma coisa sair errado.

 

como-investir-bolsa-valores

 

Bolsa de valores

É na bolsa de valores que os investidores se encontram para negociar as ações das empresas e de outros produtos financeiros. Diversos setores negociam suas ações, desde os bancos até a área de saúde.

O que é ação

Imagine que a empresa foi dividida em um milhão de pedaços, por exemplo. As ações seriam esses pequenos pedaços e, ao comprá-las, você estaria adquirindo um pedaço dessa empresa, tornando-se assim, um sócio.

Ao se tornar um sócio você tem direito a receber parte dos lucros da mesma. Em alguns casos, até o direito de participar de assembleias é adquirido na compra das ações.

Tipos de ações

São dois os tipos de ações: Ordinária Nominativa (ON) e Preferencial Nominativa (PN).

A diferença entre as duas é que a ON dá direito a voto em assembleia da empresa. Enquanto que a PN não dá direito a voto; sua preferência está no recebimento de dividendos.

Outra diferença nos tipos de ações é que as ONs nem sempre terão dividendos iguais aos dos PNs: as preferenciais nominativas possuem valores maiores e são as mais vendidas e compradas.

Como investir na bolsa de valores

No Brasil, as ações são negociadas na Bovespa por meio das corretoras habilitadas pela CVM (Corretora de Valores Mobiliários).

Para se tornar um investidor na bolsa de valores é necessário estar cadastrado em uma corretora. Para isso, escolha a corretora de sua preferência e informe seu nome, profissão, endereço e entregue cópias do RG, CPF e comprovante de residência.

Após o cadastro, a corretora abrirá uma conta na Bovespa para você.

Não existe uma quantia mínima para investir na bolsa pois o valor das ações depende da corretora e dos preços das ações que você deseja comprar.

Como comprar as ações

Existem três formas de comprar as ações. São elas:

  1. Fundos de Investimento – nesse caso, o fundo possui uma certa quantia de ações. Os investidores que participam desse fundo terão direito a uma cota que corresponde a uma porção total dessas ações.

Para aderir a um fundo de investimento é necessário estar ciente da política de investimento do mesmo e que o gestor do fundo seja certificado pela CVM.

  1. Clubes de Investimento – um clube de investimento pode ser aberto com no mínimo 3 pessoas e no máximo 150. Não é necessário ter um gestor certificado pela CVM para gerir o clube, basta um representante que dê a corretora a ordem de comprar e vender ações.
  2. Individualmente – o investidor é quem controla as ordens de compra e venda de suas ações com a ajuda de um consultor da corretora, caso ele necessite. Uma praticidade encontrada nesse tipo de investimento é o fato do investidor dar ordem de compra e venda pelo telefone: ele liga para a corretora e informa o que ele deseja fazer.

Riscos

Comprar ações pode ser um investimento arriscado por causa das variações dos preços: altas e baixas são algo que acontece na bolsa.

Outro problema é o risco de liquidez. Nesse caso, o problema é comprar a ação e não conseguir vendê-la. Por isso que os economistas dizem que é mais vantajoso não investir em ações que deseja-se obter o lucro em curto prazo.

 

Não achou o que procura ?

Que tal receber super ofertas por e-mail

Cadastre-se e receba e-mails dos Futuros Lançamento com TABELA ZERO e feche o melhor negocio, pelo menor preço.

Inscrição realizada com sucesso !

Dor Crônica - Otorrino - Ginecologista - Neuropediatra

Santo André disputa último jogo treino

Cadastre-se

Receba Informações sobre os Novos Lançamentos.

Cadastre-se

Receba Informações sobre os Novos Lançamentos.

Hospedado e monitorado IT9 - ABCtudo Todos os direitos